Menegotto prensas

Qual a diferença entre os lasers chineses e os lasers europeus? Descubra agora

Os lasers estão inseridos no mercado há um longo período de tempo, sendo uma ferramenta essencial para o desenvolvimento de diversos projetos. Neste texto, vamos abordar sobre os lasers de fibra e suas características, formas de funcionamento e claro, a diferença entre um laser chinês de um europeu.
 
Conhecido como uma tecnologia inovadora, o corte a laser de fibra transforma a energia elétrica em um feixe de luz ultra brilhante e concentrado. O que proporciona isso são os diodos semicondutores e uma fibra óptica especial que, da combinação desses vários semicondutores, gera-se uma saída de quilowatts de potência. Já, saindo da fonte, um cabo de fibra óptica leva o feixe de luz até o cabeçote, que converte através de um jogo de lentes no feixe de laser para o corte.
 
Para que todo esse processo aconteça, se faz necessário a utilização de ar comprimido ou de outros gases, dependendo a qualidade necessária e o material a ser cortado. Normalmente são utilizados nitrogênio e oxigênio para a grande maioria das aplicações.
 
Já em relação a tecnologia inserida nessas máquinas, se torna algo realmente confiável.
Isso porquê os lasers de fibra óptica proporcionam alta precisão nos cortes, maior velocidade, menor manutenção e, não utilizam espelhos para guiar o feixe de laser. Além disso, podemos evidenciar seu menor custo-benefício, sendo uma das máquinas mais econômicas existentes no mercado hoje, acessível a empresas de todos os portes.
 
Quando falamos em lasers, fica impossível não compararmos essa tecnologia a outras existentes no mercado. Estima-se que uma máquina de laser de fibra óptica tenha um consumo de energia 60% inferior em relação a um laser CO2. Isso porquê o laser CO2 tem necessidade de refrigeração, tornando a sua eficiência mais baixa. O que reflete em um outro ponto muito positivo desta máquina, isto é, agride bem menos o meio ambiente.
 
Mas, qual a diferença entre os lasers chineses e os europeus?
Os lasers chineses têm os mesmos componentes do que os da Europa, embora o cuidado que temos que ter se restringe a aquisição entre um laser asiático e o europeu. Isto é, se faz necessário verificar se a empresa oferece aos seus clientes um serviço de assistência técnica preventiva e corretiva, peças de reposição, instalação e manutenção através de técnicos em centros industriais.
 
Um outro ponto importantíssimo dessas máquinas, é em relação ao seu sistema de montagem - o que desperta a curiosidade de diversos clientes.
 
Sim, sabemos que a mão de obra é mais barata na China, mas isso não implica no desenvolvimento e/ou capacidade de operação que essas máquinas oferecem. Isso acontece, pois, os componentes com alta tecnologia não são fabricados na China. Desta forma, os níveis tecnológicos se mantêm conforme o mercado existente das máquinas de corte a laser. Já, a parte que não envolve tanta tecnologia como: carcaça, fios e outros componentes, esses sim são fabricados na China, para desta forma, diminuir somente os custos e viabilizar a comercialização dos equipamentos.
 
Ainda ficou curiosa (o) sobre alguma característica? Entre em contato com a gente. Na aba contatos, você pode nos encaminhar um e-mail e tirar as suas principais dúvidas.
 

Leia também

Solicitar cotação