Menegotto prensas

Como escolher a prensa hidráulica ideal?

Presente em praticamente todos os tipos de indústria, a prensa é um maquinário fundamental. Disponível em muitas versões, saber escolher a prensa hidráulica pode ser um desafio. É preciso conhecer suas características, para compreender qual melhor se adapta com o segmento e a finalidade laboral.

 

São capazes de comprimir todos os tipos de materiais. De um modo geral, são mais compactas do que as prensas mecânicas de força equivalente. Exigem muita manutenção mas, se esta for devidamente efetuada, as avarias são raras e relativamente fáceis de reparar.

 

Em geral, as prensas hidráulicas apresentam velocidades de trabalho mais baixas do que as prensas mecânicas, sendo sobretudo indicadas para produção de pequenas séries. São particularmente adequadas à estampagem profunda, embora possam ser utilizadas para outras aplicações. As prensas hidráulicas são bastante versáteis não só porque é possível controlar a força aplicada e o curso, que são variáveis, mas também porque têm capacidade para longos cursos.

 

Produzem menos ruído do que as prensas mecânicas de força equivalente. Por outro lado, não garantem uma repetibilidade tão consistente. Uma vantagem importante das prensas hidráulicas é que permitem aplicar a força máxima ao longo de todo o curso. Tal significa que, para processos que exijam a aplicação de uma força considerável logo no início da operação, não será preciso adquirir uma prensa de tonelagem superior.

 

Com uma prensa hidráulica, é fácil ajustar a velocidade de trabalho e controlar a pressão exercida pela ferramenta sobre a peça. De notar que estas prensas possuem uma válvula que evita eventuais sobrecargas de pressão.

 

Para ajudá-lo, confira a seguir mais algumas informações sobre a máquina:

 

Funcionamento:

A prensa hidráulica tem a movimentação feita por um líquido. Normalmente, trata-se de óleo sob pressão, que fica armazenado em um reservatório. Um conjunto motobomba gera pressão e inicie o funcionamento do equipamento.

 

Para controlar a prensa, o operador conta com um comando hidráulico que direciona o óleo para um cilindro. Esse cilindro é responsável pelos movimentos de descida e subida. Na descida, o óleo é enviado para a parte superior do cilindro hidráulico, enquanto o da parte inferior é direcionado para o tanque. Já na subida, é enviada pressão de óleo para a parte inferior do cilindro, enquanto o óleo da parte superior é direcionado para o tanque.

 

Utilização:

A prensa hidráulica é versátil, capaz de fazer qualquer peça, sua principal aplicação na indústria é para o repuxo, repuxo profundo e repuxo extra profundo ou para a realização de tryouts, mas também servem para os perfis de indústria que conseguem implementar facilmente sistemas automatizados.

 

Outras aplicações: estampo, rebarbar, calibrar, desempenar, furação compactação, montagens, corte, vulcanizar e entre outras.

 Alguns pontos a serem informados: 

- Força de Ação do Martelo;
- Velocidade de Avanço Rápido fixa;
- Velocidade de Prensagem fixa;
- Velocidade de Retorno fixa;
- Tamanho Mesa Fixa;
- Curso do Martelo;
- Abertura Máxima entre mesa fixa e martelo;
- Abertura Mínima entre mesa fixa e martelo.
 

Alguns modelos de prensas hidráulicas: 

- Prensas hidráulicas tipo H sistema guia prismático;
- Prensas hidráulicas tipo H sistema prismático guia do martelo 04 colunas;
- Prensas hidráulicas tipo H tryout; 
- Prensa hidráulica tipo C simples; 
- Prensa hidráulica tipo C dupla; 
- Prensa hidráulica tipo 04 colunas descendente;
- Prensa hidráulica tipo 04 colunas ascendente;
- Prensa hidráulica tipo 04 montantes;
- Prensa hidráulica tipo 04 montantes ajuste de ferramentas.
 

Agora com essas dicas fica mais fácil escolher a prensa hidráulica ideal para o seu negócio, não é mesmo? Conte com a Menegotto para ajudar você!

Leia também

Solicitar cotação